Machado, Historiografia Digital e uma decisão

Um depoimento muito interessante:

Brás Cubas acaba de me dar uma sugestão: “Guarda as tuas cartas da juventude”! Minhas cartas são exclusivamente digitais. Também tenho alguma coisa manuscrita, dentro de uma gaveta cheia de papéis do tempo da faculdade (será que estou ficando velho?). Mas as correspondências são digitais.

Todos os meus e-mails da adolescência a Microsoft incinerou. Fez isto automaticamente por eu me abster de conectar no seu sistema por mais de dois meses. Infelizmente é assim que os documentos são tratados hoje. É como se a minha gaveta, que não abro há uns 3 anos, resolvesse engolir tudo que tenho lá dentro e no momento em que eu a abrisse, deparasse-me com o recado: “Para reativar esta gaveta, aperte o botão abaixo”.

Será que corro o mesmo risco com este blogue? Quem me garante que tudo o que escrevi aqui irá permanecer por aqui? Estou preocupado com isto. Quero ter o prazer de no futuro “ver-[me], ao longe, na penumbra, com um chapéu de três bicos, botas-de-sete-léguas e longas barbas assírias, a bailar ao som de uma gaita anacreôntica”. Será que devo imprimir todos os posts, ou será que devo confiar no Google? Guardar numa mídia qualquer é suficiente? Não. Quem sabe como funciona um HD, um CD-R ou uma memória Flash dos fiéis pen drives acaba por não confiar muito neles. O papel será sempre a melhor escolha. A mais incômoda, também.

A decisão que falo no título é sobre os rumos do blogue. Continuarei escrevendo, sim. Talvez com mais regularidade, mas quero que este seja o registro da minha evolução. Falarei mais sobre as experiências que tenho passado. Comentarei mais sobre minhas impressões sobre leituras. Se terei a felicidade de me reencontrar por aqui, isto Deus é quem sabe. Mas farei minha parte.

PS: Depois de um longo tempo sem posts, volto à ativa. O aniversário de um ano do blogue passou em branco, mas ele não morreu! Compromissos do mestrado e, preciso reconhecer, abulia. Mas, enfim, voltei.🙂

*direto do Blog SEDIVAGAR

One comment

  1. Ola Anita,
    muito obrigado pela citação!🙂 Isto já faz algum tempo, mas estava enrolado demais pra dar atenção ao Sedivagar!
    Gosto do seu Blogue! Comprei ‘A Ilha Roubada’ por sugestão sua!
    Há algum tempo tenho esta preocupação com a história da rede. Dias desses tive vontade de saber como era o design de sites como o Yahoo! no meio dos anos 90. Descobri o WayBack Machine, mas como ele automático, é impossível dar a importância correta aos conteúdos que merecem.
    Enfim, acho q a história da rede é uma atitude individual. Fica a cargo das pessoas que têm acesso a documentos importantes a tarefa de armazená-los em mídias confiáveis.
    Um abraço,
    Philippe.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s